Candidato à OAB é a favor da eleição direta para o cargo

Candidato à presidência do Conselho Federal da OAB, Alberto de Paula Machado, diz ser favorável à eleição direta para presidência e diretoria da Ordem. Para ele, a OAB deveria fazer um plebiscito para mostrar a vontade da advocacia. “Há uma insatisfação com o atual sistema. Muitas vezes o advogado brasileiro não participa da escolha daquele que será em tese o maior líder da advocacia nacional. Apoio a realização de um plebiscito”, declarou ao jornal Folha de S.Paulo em entrevista publicada nesta quinta-feira (17/1).

A eleição em Brasília está marcada para o dia 31 de janeiro, quando votam os 81 integrantes do Conselho Federal da Ordem, escolhidos no fim do ano passado nas eleições diretas em cada uma das seccionais.

Ao ser questionado sobre a morosidade do Judiciário, o advogado afirmou que para resolver o problema é necessário que os tribunais administrem melhor a verba que recebem. O candidato pretende, se eleito, fazer uma pesquisa com os advogados, para que eles apontem os principais problemas na Justiça em cada comarca.

Para ele, o excesso de recursos não pode adiar a aplicação da Justiça. É preciso aumentar o número de juízes, defende. E diz que no Superior Tribunal de Justiça, por exemplo, o número ideal de ministros deveria ser o dobro do atual. “O que, por uma regra simples, significa cortar pela metade o tempo de um processo porque se duplicaria a produtividade do tribunal.”

 

Fonte: www.conjur.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 6 =