Ouvidor-geral da Defensoria Pública do Paraná é eleito em Curitiba

Eleição Ouvidor Geral

O advogado Gerson da Silva foi reeleito para o cargo de ouvidor-geral da Defensoria Pública do Paraná. A eleição,  realizada em Curitiba na última sexta-feira (4), foi acompanhada por representantes da sociedade civil e de movimentos sociais.

Advogada popular da Terra de Direitos e integrante da Articulação Justiça e Direitos Humanos (JusDh), Maria Eugenia Trombini acompanhou o processo de escolha, e fala sobre a importância do cargo. “Assim como lutamos pela instalação da Defensoria Pública no Paraná entendemos que a Ouvidoria Externa é necessária para que se exerça controle social sobre essa instituição”.

Segundo ela, no último período, a Defensoria Pública do estado teve importantes avanços na aproximação com a sociedade civil e no diálogo com os movimentos sociais. Em dois anos, foram criados o Núcleo Especializado em Cidadania e Direitos Humanos (NUCIDH) e o Núcleo Itinerante das Questões Fundiárias e Urbanísticas (NUFURB).

Saiba mais sobre a eleição para ouvidor-geral na Defensoria Pública do Paraná:

Gerson da Silva é reeleito ouvidor-geral da Defensoria Pública do Paraná

Fonte: Defensoria Pública do Estado do Paraná

O Conselho Superior da Defensoria Pública do Paraná elegeu, na última sexta-feira (4), o seu ouvidor-geral para o biênio 2017-2019. O advogado Gerson da Silva, atual ouvidor, foi reconduzido ao cargo. Ele recebeu 5 votos, contra 3 de Marcos Roberto Pisarski Junior. Também concorria ao posto Angélica Koefender Maia, que não recebeu votos. Os três haviam sido indicados pelo Conselho Permanente de Direitos Humanos do Estado do Paraná (COPED), após um processo próprio de eleição.

Antes de o presidente do Conselho Superior abrir a votação, os candidatos tiveram a oportunidade de se apresentar e fazer a defesa de suas diretrizes de trabalho caso fossem eleitos. Eles ainda responderam perguntas dos conselheiros sobre suas propostas e opinaram a respeito de diversos assuntos relacionados às atividades da Ouvidoria-Geral e da própria Defensoria. De modo geral, os candidatos defenderam a criação de novos núcleos especializados de atuação da Defensoria Pública e maior diálogo da instituição com a sociedade civil.

“Quero agradecer o apoio dispensado nesses quatro anos de existência da Ouvidoria pelo Conselho Superior, que sempre deu apoio, à Administração Superior da Defensoria e a todos os defensores e defensores, servidores e servidoras. Sem esse conjunto, não seria possível fazer com que o nosso trabalho fosse desenvolvido a contento dentro da Defensoria. Mesmo com todas as dificuldades que a Defensoria tem, temos tido apoio”, destacou Gerson da Silva.

Controle externo

A Ouvidoria-Geral é um órgão de controle externo da Defensoria Pública do Paraná. Ela serve, entre outras coisas, para que o cidadão tenha um canal de comunicação direto com a instituição, seja para elogiar, reclamar ou sugerir mudanças, melhorando assim o próprio funcionamento e atuação da Defensoria. A Ouvidoria também é um dos principais instrumentos de diálogo entre a DPPR e as organizações da sociedade civil, como por exemplo os movimentos sociais.

Foto: Ascom – DPPR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*